“Pela graça de Deus estou aqui”, reconhece atleta mais premiada da história do atletismo

Allyson Felix é uma das atletas olímpicas mais premiadas da história do atletismo, com nove medalhas, incluindo seis de ouro e três de prata. Ela competiu na segunda-feira (02) nos 400m femininos, nas Olimpíadas de Tóquio.

A atleta de 35 anos, disse ao USA Today Sports que tem sido uma experiência incrível, no entanto, esta será sua última Olimpíada. Em uma postagem no Instagram, Allyson escreveu que é grata pelas oportunidades concedidas por Deus.PUBLICIDADE

“Pode soar clichê, mas chegar a essa linha de partida é uma vitória incrível para mim. Vivi os anos mais difíceis da minha vida nesta jornada e pela graça de Deus estou aqui”, disse.

“Com o coração cheio de gratidão estou tomando espaço para lembrar tudo o que foi preciso fazer para isso”, continuou. Ela também disse ao Los Angeles Times, em 2016, que sua fé cristã é a razão pela qual ela corre. A fé conduz minha vida”, declarou na ocasião.

“Sinto que fui abençoada”

“Eu definitivamente sinto que fui abençoada com este presente”, disse ao se referir aos esportes e sua atuação. 

“Isso é algo que me ajuda a ver o quadro geral. É tão fácil ser vista vencendo tudo nos esportes, mas isso também me faz recuar para ver que há um propósito maior”, continuou. 

Allyson começou a cursar o primeiro ano do ensino médio, o que é considerado um início tardio. Mas, para ela é uma grande vitória. 

“Nunca esperei ser uma atleta profissional”, disse à Fellowship of Christian Athletes . “Eu realmente tive que confiar em Deus e em Seu plano para mim. Sempre temos nossa própria ideia de como será nossa vida, mas realmente temos que seguir a vontade Dele”, reconheceu.

Sobre Allyson Felix

A estrela da corrida diz que aprendeu a perseverar com seus pais. Seu pai é pastor e sua mãe é professora primária. “Nossa família é muito envolvida em nossa igreja. Eu sou tão abençoada por ter a família e a educação que tive”, disse.

“Significa muito para mim ter pais piedosos e com tanta sabedoria. Eles são modelos incríveis e eu tive o privilégio de crescer ao lado deles”, mencionou.

Allyson é casada com Kenneth Ferguson, que também é velocista e saltador de obstáculos, e o casal tem uma filha chamada Camryn.

Em sua quinta Olimpíada, ela confessou: “Foi uma luta chegar até aqui”, e mencionou que era mais fácil quando era mais jovem. Além disso, lembrou que agora, a vida como mãe tem exigido muito mais dela. 


Allyson Felix com sua filha Camryn, na Equipe de Atletismo Olímpico dos EUA, em 2020. (Foto: Steph Chambers/Getty Images)

“Houve muitos momentos em que tive dúvidas se seria capaz de me sentir eu mesma novamente”, disse aos repórteres. “Espero que muitas mães se vejam em mim. Eu só quero ser essa inspiração”, frisou.

A recordista mundial foi convidada a escrever sobre Sydney McLaughlin, sua sucessora, que integrou a lista dos Time100 Next, o grupo de 100 personalidades de várias áreas que a revista Time apresenta anualmente como as pessoas que vão marcar o mundo nos próximos anos. 

“A Sydney está criando o seu próprio caminho, mas entende que caminhamos nos ombros daqueles que vieram antes de nós. Treino ao lado dela todos os dias e o que mais me chama a atenção é o seu tremendo potencial”, destacou.

“Mas não somente como uma atleta olímpica. Ela tem o potencial para ser a melhor de todos os tempos nos 400 metros, sim, porém o mais importante, é que ela tem potencial para impactar vidas. Essa é a sua maior força. Sei que a marca que ela vai deixar neste mundo será muito maior do que apenas recordes e medalhas”, concluiu Allyson Felix. 

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CBN NEWS E OBSERVADOR
ATUALIZADO: QUARTA-FEIRA, 4 AGOSTO DE 2021 AS 11:56

Rádio Vox Bahia –  Muritiba

Fundacao Ame De Comunicacao, Cultura, Educacao e Assistencia Social

Open chat