Sydney McLaughlin ganha ouro em 400 milhões de barreiras, bate o recorde mundial, e dá glória a Deus

A atleta olímpica norte-americana Sydney McLaughlin conquistou a medalha de ouro, estabelecendo um recorde mundial na noite de terça-feira, horário do leste dos EUA, nos 400 metros com barreiras femininos. McLaughlin venceu a corrida com um tempo de 51,46.  

Após sua vitória, McLaughlin disse que se trata de “apenas confiar no processo e dar glória a Deus”.

Antes da corrida, ela também citou o versículo bíblico sobre como “o ferro afia o ferro”, referindo-se à sua colega de equipe americana Dalilah Muhammad, que ficou em segundo lugar, ganhando a prata.

McLaughlin teve um desempenho estelar nas semifinais, conseguindo uma vaga nas finais nas Olimpíadas de Tóquio. Ela venceu a semifinal marcando pouco antes do recorde olímpico com o tempo de 53,03, apesar de enfrentar condições de chuva.

Ela é uma forte crente em Jesus Cristo, que diz que “lhe dá paz saber que Deus está com ela, não importa o resultado”.

Na bateria de sábado, apesar de uma falsa largada devido a outro corredor, McLaughlin manteve o foco; ela estava quase 10 passos descendo a pista quando uma segunda arma disparou, sinalizando o falso começo. “É sempre um ajuste, apenas mentalmente, ter que refocar e reagrupar”, disse McLaughlin. “É apenas uma daquelas coisas. Você nem sempre pode controlar o que acontece, mas mentalmente pode controlar como você responde a isso.”

E sua resposta à competição atrai tanta atenção quanto seu desempenho.

McLaughlin quebrou o recorde mundial no mês passado durante os testes de atletismo olímpico dos EUA com um tempo recorde de 51,90 segundos, tornando-se a primeira mulher a correr o evento em menos de 52 segundos.

Depois de atingir o melhor momento, a jovem de 21 anos deu toda a glória a Deus.


(Reprodução vídeo)

“Senti uma empolgação imediata e uma gratidão geral” , disse ela. “Devo tudo a Deus, minha família e minha equipe. Ainda não consigo acreditar, mas é realmente apenas fé, confiar no processo e ver meu trabalho árduo junto com o dom de Deus sendo colocado em ação.”

McLaughlin foi aberta sobre as oportunidades e obstáculos que surgem com as corridas competitivas. Em uma postagem de 16 de maio no Instagram, ela destacou que sua maior fonte de apoio é o Senhor.

“Alguns dias, as amizades e o apoio chegam ao limite. Outros, você nem saberia que estava lá. Especialmente em um mundo cheio de inconsistência, é uma lufada de ar fresco encontrar a verdadeira estabilidade em Jesus. Como humanos, estamos constantemente transferindo nossos esforços uns para os outros com base nas emoções e circunstâncias “, escreveu ela.

“A paz de saber que sempre terei um amigo, sempre terei Seu apoio e sempre Seu AMOR; faz com que até os momentos mais solitários me sinto plena. Minha alma encontra descanso em saber que Ele não é como nós. Ele não muda, e Ele nunca vai me deixar. Dando a habilidade de ficar completamente contente, não importa a situação. Simplesmente porque, eu não tenho que enfrentar isso sozinho. Isso. É. Amor. “

McLaughlin diz que é mais importante ter uma atitude cristã do que o título de atleta de ponta.

“Eu me vejo impactando a vida de outras pessoas ao dar o exemplo por meio de minhas ações e bondade” , disse ela. “Além de ser uma grande atleta, quero ser conhecida como uma pessoa de grande fé e integridade.”

A biografia de McLaughlin no Instagram afirma simplesmente: “Jesus me salvou”, e ela frequentemente posta sobre sua fé em Deus.

Fonte: CBN NEWS – Fotos: Reprodução vídeo

Rádio Vox Bahia –  Muritiba

Fundacao Ame De Comunicacao, Cultura, Educacao e Assistencia Social

Open chat