Deputado baiano cria frente parlamentar em defesa do regime especial para aposentadorias dos professores

Com a aprovação em primeiro turno da reforma da previdência na última quinta-feira (11), o texto que cuida da aposentadoria em regime especial dos professores foi alterado. A partir de agora, o tempo para que a classe em atividade possa se aposentar ampliou para 55 anos (mulher) e 58 anos (homem). Sensível a causa, por considerar um retrocesso de uma conquista vigente na legislação brasileira desde 1964, o deputado federal Alex Santana (PDT-BA) criou a Frente Parlamentar em Defesa do Regime Especial para Aposentadorias dos Professores.

Para o deputado e presidente da frente, a valorização da classe de professores no Brasil é um ato de respeito com o futuro da nação. “Nenhum direito a menos aos professores. Educar é um trabalho árduo e de acompanhamento. Sabemos que muitas famílias jogam a responsabilidade de seus filhos para os professores, imagine que apenas um educador lida com turmas de 30 a 40 crianças com trabalho dobrado. São verdadeiros heróis! O futuro de excelência de um país passa pelas mãos dos professores”, declarou Alex.

“O governo tem pressionado estados e municípios, alegando que não passará recursos federais para os entes federados que não se enquadrarem aos mesmos critérios das legislações federais. Lutaremos para não ceder a pressões”, completou. O documento possui 219 assinaturas entre deputados e senadores, o destaque apresentado pretende reduzir a idade mínima de aposentadoria em 5 anos, relativamente à regra geral e não em 2 anos como está previsto no substitutivo da comissão especial. Dessa forma, os professores já em atividade poderiam se aposentar com 52 anos (mulheres) e 55 anos (homens).

fonte: bahiaeconomica.com.br

Rádio Vox Bahia –  Muritiba

Fundacao Ame De Comunicacao, Cultura, Educacao e Assistencia Social

Open chat